#PERSONALIDADE: Angela Davis

Olá, lindezas!

Faz um tempo que não faço o “quadro” #Personalidade por aqui e resolvi voltar com uma das mulheres que mais inspira as feministas, principalmente negras: Angela Yvonne Davis,ou simplesmente, Angela Davis.

Resultado de imagem

Angela tem 72 anos, é ativista desde sua adolescência e ganhou notoriedade mundial na década de 70. Ou seja, tem muito dela que precisamos saber, mas para facilitar a leitura, fiz um resumão para vocês entenderem a força e assuntos que a Angela trata.Resultado de imagem

Ela fez parte do Partido Comunista dos Estados Unidos e era integrante do Panteras Negras (lembra de Formation no Super Bowl? Há inspirações reais das Panteras Negras naquela apresentação). Assim, lutou a favor dos direitos das mulheres e contra a descriminação racial e social nos Estados Unidos. Angela é natural do Alabama, estado americano extremamente racista, e por sofrer tanta humilhação por conta de sua cor  resolveu lutar a favor dela.

Estudou comunismo e socialismo teórico em Nova York na década de 60, onde integrou uma organização comunista de jovens estudantes. Em seguida virou militante do partido e ativista nas causas das mulheres e dos negros.

Lutou fervorosamente contra a prisão de 3 militantes negros (“irmaõs soledad”) quando era do Partido Comunista e por essa razão entrou para a lista de procurados do FBI, tornando-se inimiga e fugitiva do Estado. Por consequências do julgamento e a morte de um dos 3 militantes, a prisão de Angela foi decretada. A prisão dela teve como consequência o movimento Free Angela Davis com forte repercussão, contando com apoio até de Lennon e Yoko e dos Stones (todos compuseram músicas dedicadas a ela).

Resultado de imagem

Na década de 80 chegou a concorrer na vice-presidência dos Estados Unidos, tendo votação baixa, prosseguiu sua carreira no ativismo político e escreveu diversos livros, principalmente sobre a situação carcerária americana.

Hoje ela segue dando discursando e dando palestras, principalmente em universidades. Ela já recebeu o Prêmio Lênin da Paz, em 1977.

Resultado de imagem para mulher raca e classe
Último livro publicado no Brasil.

“O desafio do século XXI não é reivindicar oportunidades iguais para participar da maquinaria da opressão, e sim identificar e desmantelar aquelas estruturas nas quais o racismo continua a ser firmado. Este é o único modo pelo qual a promessa de liberdade pode ser estendida às grandes massas”

Resultado de imagem

Essa é Angela Davis.

Grande beijo,

Duda @negraecrespa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s