Sabia que o Dia do Orgulho LGBT tem uma drag negra por trás?

Sabia que o Dia do Orgulho LGBT tem uma drag negra por trás?

Olá, lindezas!

O Dia do Orgulho LGBT foi ontem (28), mas o mês de junho todo é especial na causa. Mas você conhece a origem da data?

Na manhã do dia 28 de junho de 1969 – há 50 anos – em um bar, em Nova Iorque, frequentadores do bar Stonewall Inn (local frequentado pelo público LGBT) reagiram a pressão policial extremamente violenta, pois já estavam cansados da perseguição constante, principalmente as drags e aos transsexuais. Aquela resistência à polícia durou dias e ficou conhecida por Revolta de Stonewall. No ano seguinte, organizaram a 1ª Parada do Orgulho LGBT no dia 1º de julho para lembrar do ocorrido do ano anterior.

O movimento se espalhou e hoje em dia as Prides (paradas) acontecem em todo mundo em diversas cidades, inclusive no Brasil.

Naquele 28 de junho, duas mulheres estavam a frente do movimento, Marsha P. Johnson – uma negra, queen ‘de rua’ e Sylvia Rivera, uma trans.

Resultado de imagem para lgbt pride black

Vamos honrar essas pessoas que lutaram pelo simples fato de serem elas mesmas?

Não tem nada que faça mais sentido do que o amor. 🌈

 

Reflexão: Maria Flor, o relacionamento inter-racial e o antirracismo

Reflexão: Maria Flor, o relacionamento inter-racial e o antirracismo

Olá, lindezas

Vamos falar de coisa séria? Vou encher vocês de perguntas breves e a gente vai refletindo enquanto isso.

Você é negrx? Namora alguém branco? Ou o inverso, você é branco e se relaciona com alguém de outra cor? Com funciona isso? Você já teve outros relacionamentos com pessoas da mesma cor que a sua? Como foi? Sentiu diferença entre os relacionamentos? Até que ponto isso faz diferença pra você? Sofreu preconceito por isso?

Essas e outras questões são comuns quando há um relacionamento inter-racial. Esses pontos vieram a minha cabeça após um relato da Maria Flor, falando de seu namoro com o também ator Jonathan Haagensen e das situações de racismo que viveram.

View this post on Instagram

Durante três anos eu namorei o ator @jonathanhaagensen O Jonathan morava e ainda mora no vidigal. Ele é negro, eu sou branca. A gente se conheceu em um filme e se apaixonou. Isso não tinha nada a ver com a nossa cor. E lá atrás, eu com 19 e ele com 20 anos, a gente não pensou sobre isso. Mas estava lá, o tempo todo estava lá. E a gente foi percebendo que não era normal a gente junto em um restaurante, que não era comum a gente fazendo compras no mercado, que não era tranquilo ele dirigir o carro porque seríamos parados na blitz se ele estivesse dirigindo e não eu. Eu lembro de um dia que fomos parados na entrada do Vidigal por policiais. Jonathan disse que era morador, mas os policiais mandaram ele descer do carro e começaram a revistá-lo. Aquilo era humilhante. Eu na minha jovem arrogância desci do carro e gritei com o policial. E perguntei indignada o que ele estava fazendo. O Jonathan pediu para eu parar, mas eu gritei e perdi a mão. E o policial nos levou para a delegacia por desacato. Eu nunca vou esquecer o rosto do Jonathan indo para a delegacia. Tudo que ele tinha passado a vida evitando eu tinha feito acontecer por um capricho meu, por não olhar para tudo a minha volta e perceber que a coisa era muito mais grave. Que abaixar a cabeça tinha sido a realidade dele e eu achei que poderia salvá-lo disso. Eu, branca, garota da zona sul do Rio de Janeiro, achei que podia fazer justiça. Mas não, eu não podia, e eu só fiz ele passar por uma humilhação que eu jamais entenderia. Jamais. E mesmo tendo visto e vivido a experiência de ser olhada nos lugares por estar de mãos dadas com um negro, eu jamais entenderei. E sim, temos que olhar para o lado e perceber que a não existência de um negro na escola do nosso filho não é normal, que não ter um negro no cinema ao nosso lado não é normal, não ter um negro num restaurante não é normal, não ter um negro no ambiente de trabalho não é normal. E não pensamos nisso. Não percebemos nosso próprio descaso diário. E não percebemos o racismo estrutural que existe em nós. Hoje eu acho que nosso namoro terminou pela nossa incapacidade de perceber essa gigante distância social que existe na cor da nossa pele.

A post shared by Maria Flor (@mariaflor31) on

O racismo estrutural é algo que a maior parte da população brasileira sofre e a sociedade toda pratica, já praticou e foi ensinada assim. É cultural, infelizmente. Ter empatia e respeito são práticas que exigem manutenções constantes, todo dia é um aprendizado. Por essa razão precisamos do maior número de pessoas compartilhando ensinamentos, por isso que falamos e exaltamos tanto a cultura negra e desmascaramos cenas racistas. Isso deve acabar mais do que urgente, mas enquanto não encerra, continuaremos falando e falando e falando para finalmente entrar na cabeça de todos o quanto dói.

Não é fácil ser antirracista, se posicionar, ir contra a maré, mas é assim que as mudanças acontecem, nas dificuldades mesmo.

Eu tenho um relacionamento inter-racial, nunca tivemos problemas por isso, mas sei que sou privilegiada por não passar por momentos ruins. A gente aprende muito um com o outro.

 

10 Dicas para se livrar do bloqueio criativo

10 Dicas para se livrar do bloqueio criativo

Olá, lindeza!

Você sofre de bloqueio criativo de vez em quando e acaba se frustrando?

Winnie The Pooh Thinking GIF

Eu sim! Dando um relato pessoal, posso dizer que acabo de sair de um período grande de bloqueio geral. Eu trabalho com criação de conteúdo, sendo assim, isso acontecer é uma péssima ideia mesmo. Às vezes é apenas um dia que simplesmente você está precisando respirar e andar na rua para buscar inspiração, ou pode ser um pouco mais complicado, e se tornar dias e dias causados por algo emocional, ou apenas pela falta de alguma outra coisa diferente na nossa vida.

Um pouco dramática que sou, eu já estava pensando em desistir de tudo e imaginando o que eu poderia fazer para ganhar dinheiro já que o ofício que eu tanto gosto estava parando de me dar prazer para me deixar bastante estressada. Mas passou.

Busquei na internet o que poderia me ajudar, contei com conselhos de amigos e corri para me reconectar com o que quero transmitir para as pessoas com meus textos, fotos, vídeos, etc. Juntei todas essas dicas e vou compartilhar com vocês.

Antes de tudo: não se desespere, respire e olhe para dentro de si mesmo! 

Nem tudo que você escrever será um sucesso, saber lidar com frustrações é uma dica pra vida!

#1 Desconecte-se

Music Video Disconnect GIF by Superchunk

Como assim?

É, às vezes o mundão da internet nos deixa sem cérebro, rs. É o meu caso. É tanta informação que não conseguimos assimilar praticamente nada, e o que poderia nos dar uma resposta nos afunda em perguntas vazias.

#2 Férias

natalie desselle reid summer GIF

A gente precisa, não tem jeito! Pode ser um feriadão prolongado ou uns bons dias, mas viajar é preciso para a cabeça oxigenar, não é mesmo?

#3 Tome café

black coffee GIF

O café é poderoso para aumentar a criatividade por conta do estímulo causado pela cafeína. Mas vá com calma, claro, pois pode desregular seu sono.

#4 Escreva muito

bella thorne writing GIF by Midnight Sun

Tudo que tiver vontade, tudo que der na telha, tenha um bloquinho de ideias no celular ou em papel mesmo.

#5 Preste atenção em seu ambiente de trabalho

computer downloading GIF by Man Repeller

Organize seu ambiente para que você não veja sempre a mesma coisa. Uma dica boa é mudar seu local e passar uns dias diferentes em uma cafeteria, um shopping com wi-fi, um local público ou qualquer local que te deixe em um novo visual.

#6 Leia bastante

black and white book GIF

A leitura (principalmente de livros) faz com que as conexões cerebrais melhorem.

#7 Ouça suas músicas favoritas

radio love GIF

Cientificamente a música tem poderes de alterar nosso humor e diminuir o estresse.

#8 Dê uma volta

pms lol GIF by U by Kotex Brand

Caminhar, além de fazer a gente ver coisas novas por aí, diminui o estresse e também melhora o humor.

#9 Altere sua rotina

time clock GIF by 20th Century Fox Home Entertainment

Se possível, ajuste seus horário para os picos de criatividade.

#10 Durma bem

tired jet lag GIF

Uma boa noite de sono muda todo nosso dia para melhor.

Enfim, não exija muito de si mesmo, às vezes, o seu corpo só está precisando de um tempo.

 

Grande beijo,

Duda Buchmann