10 poses de blogueirinha para você copiar em seus looks do dia nas redes sociais

pose de blogueira

Partiu ser blogueirinha?

Cardi B Picture GIF

Seguinte, as redes sociais estão aí cheias de pessoas que querem passar conteúdo para os outros, sejam eles de beleza, moda, cultura, literatura, ou simplesmente sobre a sua vida mesmo. Mas todo mundo quer tirar fotos legais para mostrar para seus amigos e seguidores, né?

Falando um pouco da nossa relação com a moda nos dias de hoje, estamos cansados de saber que o que somos está ligadíssimo com aquilo que vestimos, né? A roupa que usamos já diz muito sobre nosso humor e no que acreditamos. E, com a porta que as redes sociais nos abriram, queremos mostrar nosso estilo pro mundo, mesmo sendo blogueira ou não, e, para a gente sair do marasmo das fotos sempre com a mesma pose, trouxe 10 referências para inspirar você no próximo clique de look!

Bóra colocar aquela roupa que amamos e sair por aí com nosso melhor carão?

#1 Sentadinha no café

#2 “Andando”

A post shared by Aysha Sow (@africanmelaninnn) on 

#3 Carão no graffiti

A post shared by Josy Ramos (@josysramos) on 

#4 Olhada pro lado despretensiosa

#5 Sentada na escada ou meio fio

#6 Apoiada em uma parede bonita

#7 Interagindo com algum objeto divertido

#8 De costas (bom quando tem detalhes atrás)

#9 Pose de quebrada

A post shared by Kelly Rowland (@kellyrowland) on 

#10 A boa e velha selfie no espelho

@negraecrespa

Instagram-ATL-Girls

Anúncios

RETROSPECTIVA 2018: veja 10 mulheres que se destacaram em diferentes áreas nesse ano

RETROSPECTIVA 2018:  veja 10 mulheres que se destacaram em diferentes áreas nesse ano

Texto para Revista Donna (nov/2018)

Ufa! Que ano!

Sobrevivemos! E parte dessa “sobrevivência” deve-se a mulheres pioneiras ou que protagonizaram momentos marcantes em 2018.

Reconhecer a representatividade das mulheres negras que “chegam lá” é fundamental para empoderar outras que estão a caminho, lutando para alcançar seus objetivos, apesar das dificuldades que a gente sabe que envolvem esse grupo populacional.

Abaixo, conheça uma breve história dessa poderosas:

Na internet: Nátaly Neri

Foto: Reprodução/Instagram

Nátaly é youtuber e comanda o canal Afros e afins, que tem mais de 470 mil inscritos. Também é ativista dos direitos negros e LGBTQI, além de falar sobre produtos e alimentos veganos.

Nátaly foi a representante brasileira no evento do #YoutubeBlack de 2018, realizado em Washington, nos Estados Unidos, um encontro com os maiores produtores negros da plataforma.

No empreendedorismo: Rosane Terragno

Foto: Reprodução/Instagram

Empresária do ramo da beleza há cinco anos, Rosane criou a Divas Bllack, uma linha de maquiagens com bases exclusivamente para a pele negra. Ela percebeu a necessidade da mulher negra no segmento  e está recebendo seu merecido reconhecimento por ir na “contramão” do mercado.

Na beleza: Camila Nunes

Foto: Reprodução/Instagram

Em setembro, a blogger, que acumula mais de 180 mil seguidores no Instagram, lançou o livro A beleza é para todas as cores, onde conta um pouco da sua história de influenciadora, além de dar muitas dicas de beleza e maquiagem para negras. A intenção dela é inspirar outras meninas e mulheres.

Na música: Elza Soares

Aos 88 anos, a cantora lançou o disco Deus é mulher, ganhou um musical em sua homenagem que está rodando o Brasil e acaba de ter sua biografia assinada por Zeca Camargo lançada.

Na literatura: Conceição Evaristo

Foto de @mariposa_._amarilla

Autora e ativista dos direitos negros, a escritora mineira não conseguiu uma cadeira na Academia Brasileira de Letras, mas não foi por falta de apoio. Houve uma comoção pública em torno de seu nome, o que a tornou ainda mais conhecida.

Na educação: Joana Luz

Foto: Divulgação

Primeira mulher negra eleita para assumir a reitora da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Joana Angélica Guimarães da Luz é geóloga por formação e doutora em engenharia ambiental. Além disso, tem 12 anos de experiência em gestão na área de educação.

No esporte: Marta

Foto: Reprodução/Instagram

Marta foi eleita pela sexta vez a melhor jogadora de futebol do mundo, um fato inédito na história do esporte. Neste ano, a atleta também se tornou Embaixadora da Boa Vontade na ONU Mulheres, para apoiar o trabalho pela igualdade de gênero e empoderamento no esporte.

No jornalismo: Joyce Ribeiro

Tenho inúmeros motivos para agradecer neste momento de tantas realizações. Participar do Debate de Aparecida, nesta fase tão importante para o nosso país, é fazer parte da história. Deixo aqui o meu mais sincero agradecimento a @cnbbnacional e a @tvaparecida pelo convite e pela confiança, a @tvcultura por acreditar no meu trabalho e por ter me liberado para este grande desafio. Aproveito para agradecer aos mais de 160 profissionais envolvidos, motivados e comprometidos na missão de realizar o melhor debate para o eleitor. Destaco aqui a receptividade  tão carinhosa do querido @padreevaldo, @marilia_carvalho, @andre_costa5 e @renato_dias_olacir, que conduziram com maestria todo este projeto. Jamais esquecerei a forma como fui acolhida por vocês. Para todos que nos acompanharam no debate de ontem, esperamos ter cumprido nosso papel de proporcionar o acesso mais fácil às informações para o voto consciente. Novamente obrigada. Beijos. #debateaparecida

A jornalista da TV Cultura foi a primeira negra a comandar um debate presidencial no Brasil. E sua mediação rendeu muitos elogios. Antes disso, Joyce foi a primeira apresentadora negra em um jornal, em horário nobre.

No cinema: Camila de Moraes

Foto Caroline Bicocchi 2

A gaúcha se destacou na direção do documentário O Caso do Homem Errado, que narra os acontecimentos do assassinato de Julio Cesar, um operário negro na década de 1980, em Porto Alegre. Ela foi a segunda diretora negra a ter um filme exibido em salas comerciais no Brasil. Um feito e tanto!

Na ciência: Nadia Ayad

Resultado de imagem para nadia ayad

A engenheira de materiais acaba de vencer o Global Graphene Challenge Competition, promovida pela empresa sueca Sandvik, que busca soluções sustentáveis e inovadoras ao redor do mundo. Ela venceu com um projeto de dessalinização e filtração da água.

Mulher do ano: Marielle Franco

Lute como uma Marielle! ✊🏾- #MariellePresente #MarielleVive

Sem dúvida, 2018 foi o ano de Marielle. A vereadora, que tinha como pauta principal os direitos dos negros, das mulheres, dos LGBTs e periféricos, foi assassinada junto de seu motorista Anderson Gomes, em março, no Rio de Janeiro.

Apesar da tragédia, Marille plantou uma semente de força e luta para milhões de brasileiros com os movimentos #MariellePresente e #MarielleVive. Apesar da impunidade do crime, a data da morte, 14 de março, passou a ser o dia contra o genocídio da mulher negra, após uma lei ser sancionada no Rio de Janeiro.

ALERTA PUBLICIDADE: Chega de campanhas racistas!

Oi, lindezas!

Eu sou apaixonada por publicidade e marketing, acho que contar uma história para atrair um produto para sua vida é algo mágico.

E acredito que a cultura da propaganda está mudando e abrindo cada vez mais portas para a diversidade. Em contra partida, algumas empresas parecem que estão fazendo o caminho contrário, não são cuidadosas e têm equipes fracas de criatividade (só posso acreditar que seja isso).

Essa semana, a grande H&M, foi acusada de racismo. E realmente foi. Ao publicar uma foto de um garoto negro com o moletom estampando as palavras: “O macaco mais legal da selva”, enquanto havia outro menino branco com os dizeres: “Especialista em sobrevivência na selva”. Notou a diferença, né?

Não consigo acreditar que a equipe seja fraca, desatenta, só posso pensar que o marketing é racista mesmo.

Não há mais espaço para monstruosidades como essa.

Felizmente, as fotos já foram retiradas do site da marca e o garoto propaganda The Weeeknd já quebrou seu contrato. A imagem principal desse post é uma imagem postada por seu pai nas redes sociais!

 

Eu sei que alguns irão achar que é bobagem, “mimimi” ou qualquer coisa do gênero, mas já praticou empatia hoje? Já se colocou no lugar do menino?

 

Por mais amor na publicidade e na vida ❤

 

Grande beijo,

Duda Buchmann

 

P.S.: Decidi não publicar a foto original por uma questão de escolha mesmo, para passar a imagem de rei e não de macaco.

#PERSONALIDADE: Blue Ivy

#PERSONALIDADE: Blue Ivy

Olá, lindezas!

Hoje é dia de Blue Ivy Carter ❤

Blue Ivy The Grammys GIF by Recording Academy / GRAMMYs

A amada primogênita Knowles-Carter completa 6 anos nesse 7 de janeiro. É, o tempo voou! E não é que ela é sucesso até na música?

Blue Music Video GIF

Blue Ivy é uma inspiração enorme para as crianças que estão nascendo nessa década. Certeza que a família dela já mostra o quanto ela é representativa! Podemos ver pelas suas roupas, fantasias e penteados, né? Seus pais, Jay-Z e Beyoncé, são ativistas da causa negra nos Estados Unidos.

Além de ter uma música especial para ela, cantada pela mãe (com clipe gravado no Brasil!):

A cada dia me sinto tão abençoada por olhar para você

Porque quando você abre os olhos, me sinto viva

Meu coração bate tão rápido, quando você diz o meu nome

Quando estou te abraçando bem forte, me sinto tão viva

Agora, vamos curtir isso”

Podemos ouvir a voz de Blue em algumas canções, como na regravação de Mi Gente de J Balvin com participação da Beyoncé, por exemplo.

O cabelo dela também já foi pauta, infelizmente boa e ruim. Já foi inciado um abaixo assinado para que Beyoncé penteasse o cabelo dela e parasse de usar solto… DÁ PRA ACREDITAR? Porém, Bey já deu sua resposta no clipe de Formation:

blue ivy video GIF
 “Eu gosto da minha pequena herdeira com cabelo afro”

Recentemente ela participou do clipe Family Feud de Jay-Z. Em que mostra ela como presidente dos EUA no futuro. Eu acredito e vocês?

Resultado de imagem para clipe jay z  blue family feud

Quem mais aí é apaixonada por ela?

Music Video Beyonce GIF

PARABÉNS, IRMÃ!!!

Grande beijo,

Duda Buchmann

RESENHA NANO REPAIR – #CureSeusCabelos

Olá, lindezas!

Temos resenha siiiiiim! Depois de tanto tempo e sabendo o quanto vocês amam saber mais dos produtos, voltei com elas e teremos mais vezes, ok?

25371399_1944896528858809_1486084605_o

O kit de produtos que falarei hoje é da linha Nano Repair da nova #CureSeusCabelos! Ela é indicada a cabelos danificados e quimicamente tratados (não é o meu caso, mas entre as linhas da marca, essa foi a que mais se encaixou com meus fios). A linha promete recuperar a resistência dos cabelos, fortalecer a estrutura capilar e repor sua matéria formadora e evitar a quebra dos fios durante a escova.

O Nano Repair tem apenas três produtos com qualidade profissional! Eles são: shampoo, máscara e Energy Shot (creme sem enxágue). Vou falar de cada uma, mas antes fazer um apanhado geral.

Apesar de leves, dentro de um cronograma capilar, eles se encaixam na Reconstrução de um Cronograma Capilar. Pois contêm fibras naturais de queratina enriquecida com Nano Proteínas reconstrutoras, que agem graças a um sistema de adesão molecular com ação nano –reconstrutora, proporcionando aos cabelos uma tripla ação.

Antes de tudo, acompanhe a resenha em vídeo:

A linha se deu super bem com o meu cabelo! Senti definição, volume e uniformização de texturas. O cheiro é incrível, de produto de salão mesmo, sabe? Quero fazer dois comentários sobre a embalagem:

1 – Sai uma quantidade perfeita, temos total controle do tanto de produto usado.

2 – Pouca quantidade de produto, todos são 100mL.

24651029_1934508393230956_608751514_o.jpg

Shampoo Nano Reconstrutor de Ação Externa

25400943_1944896518858810_820537408_o (1)

Shampoo leve, não perolado, mas também não é transparente, rs. Faz uma limpeza suave e dá uma hidratada também. A dica é: se sentir o couro cabeludo muito sujo, use um shampoo mais forte antes dele.

25383163_1944896385525490_865792066_o (1)

Máscara Nano Reconstrutora de Ação Interna & Externa

25397921_1944896472192148_949011207_o.jpg

Uma máscara apaixonante. Não é muito densa, mas faz uma boa preparação pro desembarace e dá para sentir a suavidade e maciez dos fios com ela.

Rende. Não precisa muita quantidade para sentir os efeitos.

25383138_1944896428858819_1670409629_o

Energy Shot Nano Reconstrutor de Ação Anti-quebra Instantânea

25400917_1944896425525486_1698215573_o.jpg

Não é um condicionador. É um creme para ficar no cabelo. Gostei da ideia, prossegue a hidratação após a lavagem.

A dica é tirar toda a umidade dos fios antes de aplicar. Serve como um bb cream capilar. E faz uma preparação para o secador (e chapinha).

25353361_1944896388858823_1407875912_o


O que acharam?

Saudades das resenhas? Eu gostei muito e espero que vocês assistam a resenha em vídeo também para entender tudo o que falei.

Para mais informações e compra: www.cureseuscabelos.com.br

Grande beijo,

Duda Buchmann

Jeans for Change 💙 Evento focado no reaproveitamento do Jeans para novas peças

Lindezas, terei o prazer de ser embaixadora de um evento incrível que rolará nesse sábado (09) no Pier X do Iguatemi!!!

A Youcom arrecadou milhares de peças jeans nos últimos anos que seriam descartadas e distribuiu para marcas locais modificarem os jeans e criar novas peças lindas e autorais. O resultado de tudo isso é o JEANS FOR CHANGE, movimento para transformar o jeito de consumir moda.

Vai ter palestras, workshops, show e, claro, a participação de marcas locais com suas coleções Jeans for Change.

As marcas participantes são: Preza, Blanc Pages, Côté, Sueka, Draisiana, Elef Shoes Store, Envido, Noa, Shieldmaiden, Clau e Mig Jeans. Essas duas últimas são mega especiais pra mim, já já eu explico a razão.

E tem bônus! Quem levar um jeans pra doação no dia vai ganhar uma bolsa jeans + 10% off na compra de um jeans Youcom novo.

Sobre a Clau e a Mig Jeans: 

Duas marcas afroempreendedoras incríveis! Dá uma olhada aí embaixo:

Turbante criação da Clau
Saia criação da Mig Jeans

A Clau vocês conhecem, né? Já mostrei algumas peças nas minhas redes sociais. Todas as peças são de material reciclado e são puro amor.

A Mig Jeans tem a mesma pegada, mas garimpa roupas de brechós e as transforma.

Ansiosa pra ver tudo!
Partiu então? Confirma sua presença no evento e veja os horários de workshops (que são gratuitos!) aqui.

Ahhh e tem parceria até com minha querida Cabify 💜: YOUCOMJFC – com 25% de desconto em duas viagens!
jeans
Grande beijo,
Duda Buchmann

Cineclube em Porto Alegre – Especial Mês da Consciência Negra

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto e close-up

A Sigma Cinema é um coletivo de audiovisual que divulga filmes independentes brasileiros, especialmente universitário.

Eles estão envolvidos na realização de um Cineclube semanal que trate de assuntos relacionados aos direitos humanos. As sessões ocorrem todas as sextas às 19h30 na Cinemateca Capitólio em Porto Alegre – RS  (local clássico da cidade!).

No mês de novembro a temática principal é do movimento negro, com curtas universitários de criadores negros com apoio da APAN – Associação dxs Profissionais do Audiovisual Negro.

Confira a programação:

  • Amanhã (sexta), 17/11 – Afrodites, curta que fala sobre a experiência de mulheres negras com a transição capilar.
  • 24/11 – Deus, curta que fala sobre a realidade de mulher negra no Brasil + discussão ao final da sessão.

Ingresso: R$ 2,00 ou 1kg de alimento não perecível.

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/310700696076446/

Grande beijo,
Duda Buchmann

#VidasNegras: Campanha da ONU Brasil pelo fim da violência contra a juventude negra

Hoje à tarde,  7 de novembro, a ONU Brasil lança campanha #VidasNegras  pelo fim da violência contra jovens negros.

A ação está ligada à Década Internacional de Afrodescendentes (2015 a 2024) e tem como objetivo sensibilizar a todas escalas da sociedade a respeito da importância de políticas de prevenção e enfrentamento da discriminação racial.

Para a ONU, o racismo é uma das principais causas históricas da situação de violência e letalidade a que a população negra está submetida. Atualmente, um homem negro tem até 12 vezes mais chance de ser vítima de homicídio no Brasil que um não negro.

No Brasil, sete em cada dez pessoas assassinadas são negras. Na faixa etária de 15 a 29 anos, são cinco vidas perdidas para a violência a cada duas horas. De 2005 a 2015, enquanto a taxa de homicídios por 100 mil habitantes teve queda de 12% entre os não negros, para os negros houve aumento de 18%.

“Com a campanha Vidas Negras, a ONU convida brasileiras e brasileiros a se engajarem e promoverem ações que garantam o futuro de jovens negros”, comenta o coordenador residente da ONU, Niky Fabiancic.

Segundo pesquisa realizada pela Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) e pelo Senado Federal, 56% da população brasileira concorda com a afirmação de que “a morte violenta de um jovem negro choca menos a sociedade do que a morte de um jovem branco”. O dado revela o grau de indiferença com que os brasileiros têm encarado um problema que deveria ser de todos.

A campanha quer chamar atenção para o fato de que cada perda é um prejuízo para o conjunto da sociedade. Além disso, deseja alertar sobre como o racismo tem restringido a cidadania de pessoas negras de diferentes formas.

O lançamento, com divulgação de vídeos e materiais de campanha, terá início às 15h30, na Casa da ONU, em Brasília (DF), e contará com a presença de Niky Fabiancic, representantes do governo e da sociedade civil que atuam no tema, e do ator Érico Brás — apoiador da campanha “Vidas Negras” e participante dos vídeos e peças.

As peças da campanha abordam diferentes facetas, que vão da discriminação como obstáculo à cidadania plena, passam pelo tratamento desigual de pessoas negras em espaços públicos e pelo vazio deixado pelos jovens assassinados nas famílias e comunidades, chegando até o problema da escolha de suspeitos pela polícia, com base exclusivamente na cor da pele.

Participam dos materiais da campanha: Érico Brás, Taís Araújo, Kenia Maria, Elisa Lucinda e o Dream Team do Passinho.

A campanha seguirá estimulando o debate sobre a necessidade urgente de medidas voltadas para superação do racismo nos diferentes segmentos da sociedade.

Fonte: ONU Brasil

Grande beijo,

Duda Buchmann

#LookDoDia Especial Donna Week Iguatemi 2017

#LookDoDia Especial Donna Week Iguatemi 2017

No final da última semana aconteceu o Donna Week Iguatemi, grande evento de moda gaúcho, com campanha Express Yourself, ou seja, autenticidade e personalidade única ao máximo! Fui embaixadora do evento, com todo prazer do mundo!

Entre os quatro dias de evento tentei expressar o máximo de personalidade através das roupas que usei, saí muito satisfeita!

Bora ver os looks desses quatro dias?

1º dia:

T-shirt, bolsa e jeans destroyd: Renner | Bota: Beira Rio

Look do desfile (sim, desfilei para as Lojas Renner, apoiadora do evento! Se tu não sabia é porque não me segue no instagram, né? Bora lá @negraecrespa)

2º dia:

T-shirt e calça: Yolo Brands | Chocker e bolsa: Yolo Acessórios | Sandália: Renner

3º dia:

Blusa e calça: Youcom | Jaqueta: Youcom e CeuHandMade | Colar: Yolo Acessórios | Sandália: Divalesi | Bolsa: Cordi

4º dia:

Vestido e parca: Cantão | Botinha: Gaston

E aí, Gostaram? Tô apaixonada por todos e não sei dizer qual meu favorito. Você tem algum? Me conta nos comentários! ❤

Grande beijo,

Duda Buchmann

ENEGRECENDO SETEMBRO – IFRS Câmpus Porto Alegre/RS

Sem título
Arte: William Ansolin

Setembro será especial no IFRS Campus Porto Alegre!

Durante todo o mês irá acontecer o evento Enegrecendo setembro composto por atividades de diferentes naturezas (oficinas, palestras, rodas de conversa, cine-debate, sarau poético) que se comunicam entre si no intuito de destacar o protagonismo negro no Rio Grande do Sul e problematizar a suposta tradição gaúcha de matriz europeia, que é celebrada e reinventada durante todo o mês de setembro em nosso estado – em especial, na capital (ZALLA; MENEGAT, 2011). O ponto máximo da mitificação da identidade gaúcha ocorre no desfile comemorativo de 20 de setembro, data de início da Guerra dos Farrapos (1835-1845) – ou “Revolução Farroupilha”. Esse conflito foi o resultado da disputa político-econômica entre a elite pecuarista gaúcha e o Império brasileiro e, posteriormente, passou a fazer parte da memória coletiva da população do RS. Uma memória que tem sido constantemente apropriada e reelaborada pelo poder dos vencedores e que mantém e reitera a exclusão das camadas populares (VESENTINI, 1997).

Através de discussões atuais sobre identidade e resistência, o evento pretende fazer um contraponto à construção eurocêntrica da identidade gaúcha a partir de alguns aspectos da cultura negra contemporânea do Rio Grande do Sul.

A imagem pode conter: texto

Programação imperdível com conteúdo o mês todo! Vamos, né?

Auditório do Térreo do IFRS Campus Porto Alegre – Rua Cel. Vicente, 281, Centro

Devo demais para esse local de estudo. Foi lá que conclui meu curso de Tecnologia em Gestão Ambiental, conheci pessoas incríveis que mudaram totalmente a minha vida e que participei de aulas que me fortaleceram como mulher.

Grande beijo,

Duda Buchmann